RECADINHO:

RECADINHO:
Quem entrar como seguidor do blog, favor deixar um comentário p/que eu possa retribuir.
Não dá mais p/entrar nos blogs através do espaço "SEGUIDORES".

quinta-feira, 25 de maio de 2017

SOPA COM SOBRA DE FEIJÃO CARIOCA E DE LEGUMES

Eu confesso que até agora não entendi o pq do feijão carioca ser o mais consumido em outros estados e não no RJ que é o estado dos cariocas kkk. Por aqui o feijão mais consumido é mesmo o preto e aí quando se prepara um outro tipo de feijão, ele tem que ser logo consumido pq se torna enjoativo e desprezado por todos. Alguém explica isso?
P/não perder a sobra  do feijão que ficou delicioso, resolvi aproveitar nessa sopinha, e como também ontem era dia de faxina na geladeira, aproveitei  alguns legumes p/repor uns mais fresquinhos.

Receita:
Sobra de feijão carioca (batido no liquidificador)
1/2 gomo de linguiça calabresa (escaldada) em rodelas
1 dente de alho
1 tomate sem sementes picado
1/2 cebola picada
1 colher de sopa de extrato de tomate
Água fervente (QB)
1 chuchu
1 cenoura
2 batatas doce pequenas
2 pedaços médios de aipim
Folhas de repolho picadas grosseiramente
3 pedaços médios de abóbora
Couve fatiada
Macarrão a gosto

Modo:
Fritei levemente a linguiça em um fio de óleo, acrescentei o alho deixando dourar, Coloquei o tomate, a cebola e o extrato de tomate refogando bem. Juntei o feijão batido no liquidificador, temperei com 1 pitadinha de pimenta do reino e sal. Acrescentei água fervente suficiente p/o cozimento dos legumes e deixei em fogo baixo. Adicionei a cenoura, o chuchu, a batata doce, o aipim e as folhas de repolho continuando em fogo baixo por uns 5 minutos. Por último coloquei a abóbora, a couve e o macarrão, acertei o sal e deixei  até ficarem cozidos bem al'dente (se necessário acrescente mais água fervente).




Acompanhada de umas torradinhas foi um belo aproveitamento p/esse friozinho gostoso do OUTONO.

Aqui o clima está assim:
Pela manhã e início de tarde calor  e mais p/noite friozinho bom p/uma sopinha

terça-feira, 23 de maio de 2017

CARNE SECA COM ABÓBORA E QUIABO

Tem gente que não gosta de quiabo, eu particularmente amo. Juntando o quiabo com a abóbora e ainda com carne seca, hummmmm, acho que mesmo quem não gosta vai se deliciar e virar fã de carteirinha do dito cujo kkk

Receita (as quantidades dos ingredientes ficam a gosto):
Pedaços médios p/pequenos de carne seca dessalgados e pré-cozidos
Pedaços médios de abóbora
Quiabos cortados em pedaços médios (dependendo do tamanho, cortados ao meio ou  em 3)
Alho
Sal
Pimenta do reino
Tomate, cebola e extrato de tomate (usei molho de tomate caseiro já com os 3 ingredientes e acrescentei mais cebola picada)

Modo:
Fritei levemente a carne seca em 1 colher de sopa de azeite, juntei o alho deixando dourar também levemente. acrescentei o molho de tomate, a cebola picada e a pimenta do reino refogando bem. Adicionei 1 xícara de chá de água fervente, acertei o sal, tampei a panela e deixei em fogo baixo até a carne ficar macia (acrescentar mais água fervente se necessário)...
Com a carne já macia acrescentei o quiabo deixando em fogo baixo por +- 5 minutinhos, aí sim coloquei os pedaços da abóbora continuando em fogo baixo até chegarem n/ponto de cozidos, mas ainda bem al'dente. Desliguei o fogo deixando a panela tampada p/terminar o cozimento fora do fogo.

Minha dica p/o quiabo não babar:
Lavar bem, secar, cortar a gosto, colocar na panela e não mexer. P/incorporar é só balançar a panela que ele se junta ao caldo sem babar (pelo menos os meus não babam).

P/farofa:
Cortei em pedaços pequenos o courinho da paleta suína assada (receita AQUI) que eu tinha congelado , coloquei n/panela com um fio de óleo deixando fritar. Acrescentei 1 colher de sopa de manteiga, 1 cubo da salsinha congelada (receita AQUI) e fui adicionando a farinha de mandioca aos poucos até chegar no ponto desejado.



Acompanhou:



Salada de alface com tomate grape e cebola fatiados, feijão preto e arroz branco








segunda-feira, 22 de maio de 2017

COXINHA DE GALINHA e uma surra com a fábrica de coxinhas kk

E nesse dia eu resolvi experimentar umas formas p/coxinhas (fábrica de coxinhas) que eu tinha comprado, penso eu que pelo menos há uns 10 anos e que nunca tinha usado.
Ai que arrependimento kk,  perdi muito mais tempo usando as forminhas do que se tivesse usado as mãos p/modelar as coxinhas.
Placar da surra:
1000 x 0  p/fábrica  kkk

Se alguém tem dessa fábrica de coxinhas e se deu bem usando, passa p/mim que eu vou procurar onde não me adaptei...

Receita (usei xícara de 200ml):

P/o recheio:
1º- filé de peito de frango (usei 1/2)
Temperei com alho, sal, 1 folhinha de louro e um pouquinho de vinagre. Levei ao fogo baixo, refoguei e acrescentei +- 1 xícara de chá de água fervente. Fui acrescentando água fervente sempre que necessário, procurando manter a mesma medida da água (+- 1 xícara de 200 ml) até a carne ficar macia. Retirei o filé já cozido e reservando o caldo formado p/usar na massa...
2º- Desfiei o frango e reservei...
3º- Dourei levemente 1 dente alho socado n/fio de óleo, juntei o frango já desfiadinho e acrescentei:
1/2 tomate pequeno picadinho
Pimentões coloridos (verde, vermelho e amarelo) picadinhos
1/2 cebola pequena picadinha
1/2 colher de sopa de extrato de tomate
Sal, cominho e gotinhas de molho de pimenta
Refoguei bem, acrescentei +- 1/4 de xícara de chá de água fervente e dei apurando em fogo baixo por uns 10 minutinhos.
Como eu gosto do recheio cremoso, coloquei n/tigelinha +-2 colheres de sopa de água com 2 colheres de chá de maizena, misturei bem e juntei ao frango. Deixei por + uns 2 minutinhos em fogo baixo (foi só p/dar uma leve cremosidade no recheio).
e
Cream cheese que coloquei à parte no recheio


P/a massa:
1 copo de 250 ml de caldo do frango (misturei leite ao caldo reservado até formar os 250ml)
1 colher de sopa rasa de margarina
1/2 tabletinho de caldo de galinha
1 copo de 250ml de farinha de trigo
1 gema
Modo:
Levei ao fogo baixo o caldo do frango, a margarina e o tabletinho de caldo de galinha. Assim que levantou fervura coloquei toda a farinha de trigo de uma vez só, mexendo vigorosamente até formar uma massa lisa e homogênea. Passei a massa p/uma superfície lisa (usei a pia) deixando amornar levemente e fui sovando a  massa e acrescentando a gema aos poucos. Depois da massa bem sovada, fria e já em ponto de enrolar, coloquei dentro de um saco plástico fechando bem e deixei descansar por +- 10 minutinhos.

Montagem sem usar a fábrica de coxinhas:
Separar porções (iguais) da massa, abrir na palma da mão formando uma cavidade no centro, colocar o recheio do frango, +- 1 colher de chá de cream cheese e fechar dando o formato de coxinha. Passar na farinha de rosca  e levar p/gelar por pelo menos 30 minutinhos antes de fritar ou se não for p/usar no mesmo dia, congelar.

Dicas p/fritar salgados congelados:
1- Fritar os salgados por uns 2 minutinhos em óleo quente, retirar do fogo e reservar. Depois dos salgados frios, esquentar novamente o óleo e  aí sim, terminar de fritar. Isso evita dos salgados ficarem dourados por fora e ainda congelados por dentro
2- Frite sempre poucos salgados por vez


Aqui mostrando a minha não adaptação com a "FÁBRICA":














Tive que passar óleo na massa  pq grudou demais nas forminhas e a minha massa modela super bem





esqueci de tirar a foto da tampa que fecha as coxinhas.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

CUBOS DE ACÉM COM BATATA DOCE E MINICEBOLAS

Como eu ganhei algumas bananas da terra  da minha cunhada, fiquei pensando n/receita antes que elas ficassem muito maduras e fossem p/o lixo. Os dias foram passando, elas ficando cada vez mais madurinhas e eu sem nenhuma inspiração.  Bem, esse foi o melhor uso que eu dei p/elas, mas tenho que dizer que a refeição ficou perfeita com elas servindo de acompanhamento. 
Ah, no dia seguinte ainda usei 3 n/sobremesa deliciosa com a Nutella caseira (coloco a receita depois)

Receita:
+- 1/2kg de acém cortado em cubos médios
Temperei com:
Alho, sal, molho inglês, shoyu, molho de pimenta, cominho, 1 folhinha de louro e umas 2 colheres de sopa de vinagre. Deixei descansando por 1 hora na geladeira...
3 batatas doce médias descascadas e cortadas em fatias  grossas
10 minicebolas 
1 tomate pequeno sem sementes fatiado
Pimentões coloridos (verde, vermelho e amarelo) fatiados
1 colher de sopa cheia de extrato de tomate
+- 1 xícara de chá de água fervente
Modo  (xícara que usei = 200ml):
Depois do descanso, aqueci bem 1 colher de sopa de óleo na panela de pressão, coloquei os cubos da carne e selei bem (selar = dourar todos os lados) em fogo médio p/alto. Com a carne já bem dourada, acrescentei a marinada e deixei em fogo baixo (sem a pressão) até secar e dourar mais um pouquinho. Coloquei a água fervente, tampei a panela e levei ao fogo por+- 20 minutos depois de chiar. 
Retirei a pressão da panela, verifiquei  o cozimento, deixei em fogo médio p/alto (sem a pressão) até o caldo secar e carne ficar bem douradinha. Nesse ponto retirei a carne e reservei...
Na mesma panela adicionei o tomate, os pimentões, a cebola e o extrato de tomate refogando bem p/aproveitar toda a crosta formada na panela. Acrescentei +- 1 xícara de chá de água fervente, acertei o sal, coloquei as batatas já cortadas e as minicebolas, tampei a panela novamente deixando no fogo por 2 minutinhos depois da pressão (chiar). Retirei a pressão, verifiquei o cozimento (no meu caso o cozimento estava perfeito nesse tempo) e passei p/a travessa de servir com a carne reservada.



P/farofa de couve:
N/panela coloquei 2 colheres de sopa de manteiga, 1 dente de alho socado e deixei dourar levemente. Acrescentei a couve fatiada tipo à mineira, refoguei, juntei 2 ovos inteiros, temperei com sal, tampei a panela e deixei em fogo baixo até os ovos ficarem quase cozidos. Com a ajuda de uma colher de pau fui quebrando os ovos (desfazendo) e fui colocando a farinha de mandioca aos poucos até chegar no ponto desejado. Se precisar acrescente mais  um pouco de manteiga antes de colocar a farinha, isso se vc assim como eu  gostar da farofa mais molhadinha.










P/as bananas:
Cortei cada banana em 3 pedaços. Coloquei 1 colher de sopa de manteiga n/frigideira antiaderente de fundo grosso, coloquei os pedaços das bananas e deixei grelhar até ficarem bem douradinhas











Acompanhou:
Arroz branco e feijão preto





Ainda sobrou banana p/essa sobremesa deliciosa no dia seguinte (banana grelhada com Nutella caseira)

quinta-feira, 18 de maio de 2017

BOLO DE COCO servido no hotel Bangalôs

Mais um bolo vindo do hotel Bangalôs da Serra em Gramado e que eu encontrei nesse vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=GZmASxItOYg

Mais embaixo eu deixo umas dicas do meu...

Receita:
1 xícara de chá de açúcar peneirado
1 xícara de chá de coco ralado
2 xícaras de chá de farinha de trigo peneirada
4 ovos
1 vidro de leite de coco (200ml)
1/2 tablete de margarina  (50g)
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo:
N/tigela coloque a farinha e o fermento...
Bata os demais ingredientes no liquidificador...
Junte  as 2 misturas e bata bem com um fouet (batedor de arame)...
Coloque a massa n/forma untada e enfarinhada e leve ao forno 200º por +- 40 minutos
Obs:
A massa fica n/consistência mais grossinha

Cobertura:
1 xícara de chá de leite
1 caixa de leite condensado
1 xícara de chá de coco ralado
Pode simplesmente misturar e usar ou juntar 1 colher de chá de manteiga e levar ao fogo até formar um creme. Cubra o bolo e decore com coco dourado (ela dourou o coco no forno)

Minhas dicas:
1- No dia que eu fiz o bolo, tinha uma firma fazendo manutenção no gás aqui do condomínio e eu acho que por conta disso meu gás (encanado) ficou mais forte deixando o bolo um pouco ressecado. 
2- Como eu gosto do bolo mais úmido, fiz uma calda usando leite condensado, leite integral e coco ralado (não medi as quantidades e deixei a calda n/ponto mais ralo).
3- Furei bem o bolo com um palito de churrasco (ainda na forma) e coloquei toda a calda
4- Levei p/gelar

Resultado:
O bolo molhadinho ficou super gostoso!






Nesse dia até a tomada do acendedor do fogão que fica atrás dele  derreteu. Não era p/acontecer, mas acontece né?

quarta-feira, 17 de maio de 2017

DICA P/CONGELAR MARACUJÁ enquanto está baratinho (aproveitando potinhos de fermento)

Eu sempre congelava o maracujá batendo rapidamente no liquidificador p/não desmanchar as sementes usando só com um pouquinho de água, depois coava, colocava n/forma de gelo e depois de congelado passava os cubinhos p/sacos plásticos. P/servir só batia os cubos com água gelada suficiente no liquidificador, passava p/uma jarra e servia. Agora acho mais prático (dá menos trabalho) fazer assim:

Abro o maracujá, retiro a polpa inteira, passo p/um potinho de fermento pq toma menos espaço no freezer, ponho uma etiqueta com a quantidade de maracujá usado e levo p/congelar. P/servir retiro do freezer, deixo descongelar só até o ponto de sair com  facilidade do potinho, bato rapidamente no liquidificador com água gelada em quantidade a gosto, passo por uma peneira e volto com o líquido p/o liquidificador acrescentando açúcar (ou adoçante) a gosto e cubos de gelo, bato rapidamente, passo p/uma jarra ou garrafa e sirvo.




Dicas:
1- no MODO da forma de gelo fica mais difícil de coar o maracujá, já que coloco só um pouquinho de água. Preparo assim pq caso alguma receita peça só a polpa, é assim que ela está congelada, mas também nesse modo tem a facilidade de poder ser usado em porções de sucos individuais.
2- no MODO do potinho: encho os potinhos com ajuda de uma colher
3- se o maracujá for pequeno e não der p/preencher o potinho, adicione um pouquinho de água, mas sem esquecer de deixar um espaço pq  o suco vai expandir depois de congelado








Aqui já prontinho p/irem p/o freezer...










Aqui preparando p/servir...













E assim eu tenho maracujá mesmo quando o preço dele está nas alturas. Validade no freezer = 12 meses








aqui as sementes que eu também congelo p/usar posteriormente na decoração de alguma receita







Faço o mesmo com morangos...
Lavo e higienizo bem os morangos, bato no liquidificador  e coloco em potinhos de fermento. No caso dos morangos uso o potinho maior.
Validade = 12 meses no freezer


E assim também reutilizo embalagens que geralmente vão p/o lixo

terça-feira, 16 de maio de 2017

ARROZ COM ERVILHA FRESCA (acompanhado de filé de peixe e salada)

Que tal variar um pouquinho aquele arroz simples do dia a dia e fazer mais um carinho p/sua família?
Como eu comprei uma ervilha  bem fresquinha, aproveitei p/preparar esse arroz que acompanhou deliciosamente um filé de peixe. Viu como é fácil fazer uma refeição bonita e barata p/agradar toda a família?
Receita:
1 xícara de chá de arroz
2 colheres de sopa de óleo
1/2 cebola pequena picada
1 dente de alho socadinho
Sal a gosto
1/2 colher de sopa de extrato de tomate
+- 250g de ervilha fresca (lavei, retirei o fiapo da lateral e cortei ao meio)
1/2  cenoura pequena ralada
+- 1/2 xícara de chá de milho verde (em conserva e escorrido)
Água em temperatura ambiente, o suficiente p/deixar o arroz cozido al'dente (usei +- 1 xícara de chá de 240ml, mas vai depender da qualidade do arroz)
Modo:
Refoguei a cebola no óleo, juntei o alho e deixei dourar levemente. Acrescentei o extrato de tomate e o arroz refogando bem (deixei fritar levemente). Coloquei as  ervilhas já lavadas e cortadas, temperei com o sal e adicionei a água. Deixei em fogo alto até levantar fervura passando depois p/fogo baixo. Com o arroz já meio cozido, juntei a cenoura e o milho misturando delicadamente. Deixei terminar o cozimento, retirei do fogo, tampei a panela e deixei descansando por +- 10 minutos antes de servir.




Dicas:
1- Prestar bem atenção na quantidade da água. Melhor começar com pouca quantidade e depois acrescentar mais conforme o arroz for pedindo
2- Eu cozinhei o meu em panela de aço inox, o que faz diferença na quantidade da água usada










Acompanhou:
Filé de peixe temperado passado na farinha de trigo e frito
Salada de alface e saladinha de tomate, cebola e azeitonas










Comidinha daquelas simples, simples, deliciosa e com aquele gostinho mesmo de comida caseira

Quem trabalha e come fora todos os dias, vai entender bem do que estou falando!

Hummmmm!

quinta-feira, 11 de maio de 2017

COUVE DE BRÓCOLIS COM LINGUIÇA (aproveitando as folhas do brócolis)

Eu já contei aqui que aproveito sempre as folhas de brócolis e as de couve flor. Quando a gente compra o brócolis, não sei se isso acontece em todos os lugares, mas aqui num molho de brócolis a maior quantidade é das folhas, como mostro nas fotos abaixo. Fazer  "OQ"? jogar fora? Nem pensar né?
As folhas são deliciosas e se você nunca experimentou e joga essas folhas no lixo, aí você não sabe o que está perdendo. Experimenta e depois me conta!

Aqui alguns exemplos de como eu aproveito essas folhas:
Bem, vamos a receita de hoje...

Receita:
Linguiça da Calábria fina (não é a calabresa, é uma tipo petisco, mas pode usar qualquer uma) em quantidade a gosto, fatiadas e aferventadas.
N/panela com um fio de óleo fritei a linguiça, acrescentei 1 dente de alho socado deixando dourar levemente. Juntei 1/2 tomate picado e +- 3 colheres de sopa de cebola picada refogando bem. Depois da linguiça bem refogada acrescentei a couve do brócolis congelada mesmo, deixando em fogo médio/baixo (isso é p/não criar muita água). Temperei com sal e uma pitadinha de pimenta do reino deixando ainda no fogo até a couve ficar macia.

P/o quibebe de abóbora, receita aqui:

P/o tutu de feijão preto:
Fritei cubos de bacon (escorri um pouco da gordura formada), dourei 1 dente de alho socado , acrescentei o feijão já temperado (sobra do dia anterior) refogando bem. Acertei o sal e fui adicionando a farinha de mandioca aos poucos até chegar no ponto desejado. Na hora de servir decorei com ovo cozido
Minhas dicas:
O feijão pode ser  batido no liquidificador, mas eu preferi só amassar com um soquete
A quantidade de farinha é a gosto, eu gosto do tutu mais grossinho




Acompanhou:
Arroz branco e laranja





Aqui mostrando como eu aproveito as folhas do brócolis

...aqui como eu disse, mais folhas do que os buquês

                    aqui já fatiada...


aqui já preparada p/ir p/o freezer.  Pode ser usada na hora que é fatiada ou congelada se preferir guardar p/ usar depois.


Na hora de preparar, uso congelada mesmo






E você aí tem certeza que vai continuar jogando essas folhas no lixo?


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...